Category Archives: Ferramentas Online

Twitter: 15 razões para ser usado pelos media

Why Twitter matters for media organisations“, de Alan Rusbridger traz-nos 15 razões para o twitter ser usado pelos media, nomeadamente pelos jornalistas.

  1. It’s an amazing form of distribution
  2. It’s where things happen first
  3. As a search engine, it rivals Google
  4. It’s a formidable aggregation tool
  5. It’s a great reporting tool
  6. It’s a fantastic form of marketing
  7. It’s a series of common conversations. Or it can be
  8. It’s more diverse
  9. It changes the tone of writing
  10. It’s a level playing field
  11. It has different news values
  12. It has a long attention span
  13. It creates communities
  14. It changes notions of authority
  15. It is an agent of change

 

Para saber mais pormenorizadamente sobre cada um dos pontos, leia o texto na íntegra.

Anúncios

Google e Facebook disputam mercado da publicidade local

Google Places, Facebook Places e agora Google Boost. Ainda nenhuma das ferramentas está disponível em Portugal, mas parece que o mercado local (médias e pequenas empresas ligadas a um lugar específico) é cada vez mais uma aposta.

Fiquemos à espera que chegue a Portugal. Entretanto, mantemo-nos atentos aos desenvolvimentos e resultados nos EUA.

Para saber mais sobre o Google Boost, leia o artigo “Google Gives Local Businesses an Advertising Boost“, do Mashable.

9 Elements of a Good Community News Site

Algumas dicas a ter em conta num site comunitário (local/regional).

  1. A Good “About” Page
  2. News Feed (RSS)
  3. Site Search
  4. Social Media
  5. Contact Information
  6. Comments
  7. Filing System
  8. Newsletter
  9. Legal Notices

Estruturação de notícia e possibilidades no jornalismo digital

Texto, som, fotografia, vídeo, infografias… Todos os meios se tornam possíveis na Internet. Mas como e quando utilizar cada um dos meios numa notícia online?

Aqui fica um slideshow que pretende dar dicas de como estruturar notícias online e quando utilizar os diferentes meios.

Guia de habilidades multimédia para jornalistas

Um excelente guia para quem entra agora no mundo do multimédia (em Espanhol, traduzido da versão original em inglês).

Muito simples, prático e com óptimas dicas. Tem tutorials para posdcasts, fotografia, soundslides (mistura áudio com fotografias) e vídeo.

[dica de Pedro Jerónimo]

O potencial do turismo para sites locais/regionais

Portugal é um país turístico, com muitas cidades apostadas no sector, de Norte a Sul. A Internet, pela sua capacidade de chegar a qualquer pessoa que se conecte, independentemente da sua localização, torna o turismo, a meu ver, uma potência por explorar pelos sites locais/regionais.

Isto porque um site, apesar de cobrir uma região ou cidade específica, não está amarrado por essa contingência geográfica. Ele pode ser acedido de qualquer canto do mundo. Como tal, quando um jornal local/regional migra para o digital, tem de pensar também nesse factor e adaptar-se. O que une os leitores em torno daquele meio deixa de ser a localização propriamente dita, mas o conteúdo, o assunto em si – a cidade x, a região y.

É neste contexto que vejo potencial no turismo como uma “secção” dos sites locais/regionais. Existem cada vez mais pessoas a realizar pesquisas online sobre os seus próximos destinos de férias. E essa pesquisa torna-se ainda mais “importante” quando se visita uma cidade pequena ou uma região, pois não existe (tanta) oferta de guias, informações sobre a zona, a não ser num posto de turismo no local, por exemplo.

São pessoas interessadas na cidade x, mas sob um outro ponto-de-vista (do turista). O que lhes interessa não são tanto as notícias, mas coisas como listagens de actividades e locais de interesse, agenda cultural, galerias de fotos, reportagens envolvendo a temática do turismo (de preferência com conteúdos interactivos e multimedia), reviews de restaurantes…

Um público disperso, diversificado e “instável” (maior afluência numa épocas em detrimento de outras, e visitantes durante um curto período de tempo – aquele que se liga à viagem). Contudo considero que não deixa de ter o seu potencial, na medida em que constitui um novo target para o site, com novos potenciais visitantes, e com ele novas possibilidades de negócio – como cobrar por aplicações interactivas para telemóvel como estas ou angariar novos anunciantes interessados no novo target, por exemplo. Para além disso, existe a possibilidade de atrair turistas à região, contribuindo indirectamente para a comunidade que abrange.

Links interessantes

Hyperlocal, Local, Regional

Geral